Concluída a electrificação do troço Salamanca-Medina del Campo, fica a faltar apenas fazer o mesmo entre Salamanca e a fronteira portuguesa.

Salamanca-fronteira

Estará por pouco o início do serviço comercial na linha férrea entre Salamanca e Medina del Campo, em Espanha, concluídos que estão os trabalhos de electrificação e modernização da via, em bitola ibérica.

A ministra do Fomento de Espanha, Ana Pastor, indicou, numa viagem a bordo de um comboio de testes, que o investimento total na electrificação e melhoria do troço ascendeu a 53,1 milhões de euros, dos quais 3,1 milhões correspondem ao intercambiador de Medina del Campo, que permite a mudança de bitola.

Com o investimento agora realizado, a ligação de comboio entre Salamanca e Madrid passará a fazer-se em cerca de 1h30m, contra as 2h36m actuais, fruto da ligação à linha de Alta Velocidade Madrid-Segóvia-Olmedo e Valladolid-Zamora.

Portugal, e o tráfego internacional de mercadorias através do Corredor Atlântico, também poderão beneficiar com esta melhoria, assim seja modernizado e electrificado o troço entre Salamanca e a fronteira portuguesa, ainda em via única.

Os projectos das obras necessárias já estarão prontos, diz o Ministério do Fomento espanhol, falta avançar com as obras, que não serão uma prioridade para Madrid.

Comments are closed.