O Orçamento de Estado de Espanha para 2016 prevê um aumento de 5,8% do investimento público em transportes, para um total de 10 129 milhões de euros, anunciou a ministra do Fomento do país vizinho, Ana Pastor.

Ana Pastor

“Há um objectivo muito claro que é a coesão territorial, a organização do nosso território e o desenvolvimento económico”, afirmou a governante, citada pela comunicação social espanhola.

A ferrovia receberá investimentos de 5 460 milhões de euros, o que representa 54% do orçamento do Ministério do Fomento para 2016. Destaque para a Alta Velocidade, que receberá 3 679 milhões de euros, com prioridade para o Corredor Mediterrânico (1 343 milhões), a linha Madrid-Galiza (1 160 milhões) e o Corredor Norte (1 018 milhões de euros).

(Ainda este ano, a Alta Velocidade deverá chegar a mais sete cidades – León, Palencia, Burgos, Zamora, Murcia, Castellón e Granada – elevando a rede espanhola para lá dos 4 000 mil quilómetros de extensão e confirmando-a como a segunda maior do mundo, só superada pela China.)

Às estradas estarão destinados 2 383 milhões de euros, sendo 1 174 milhões para novas vias e 1 058 milhões para melhoramentos nas já existentes. A bonificação das portagens terá o orçamento reforçado em 5%, para 45 milhões de euros.

Os portos receberão mil milhões de euros de investimentos, com o reforço do Fundo de Acessibilidades. Barcelona, Algeciras e Bilbau serão os mais beneficiados.

Finalmente, o transporte aéreo terá em 2016 uma dotação de 609 milhões de euros, dos quais 535 milhões serão oriundos da Enaire.

Comments are closed.