Por não ter recebido as propostas de compra que pretendia, a Doughty Hanson desistiu de vender o grupo espanhol de transporte rodoviário de passageiros Avanza.

De acordo com várias fontes citadas nos media do país vizinho, os potenciais interessados no negócio não terão oferecido o preço pretendido pela capital de risco britânico. As dificuldades em encontrar financiamento para um negócio de mais de 600 milhões de euros também ajudarão a explicar o fracasso da operação.

Precisamente, mais de 600 milhões foi quanto os britânicos pagaram, em Dezembro de 2006, pela Avanza, grupo nascido em 2002 da fusão de três empresas, a que se juntou uma quarta em 2003. Desde a aquisição, a Doughty Hanson foi adquirindo várias operadoras de diferentes dimensões e conquistando concessões de transportes urbanos, firmando a Avanza como um dos principais players do sector do transporte rodoviário de passageiros em Espanha.

O processo de venda iniciou-se em Julho, com as manifestações de interesse dos potenciais compradores. Agora era chegado o momento de apresentar as propostas de compra firmes. O objectivo seria concluir o negócio até ao final do ano corrente.

Em Portugal, o grupo Avanza está presente através da Corgobus e da Covibus, que operam os serviços públicos urbanos de transporte de passageiros em Vila Real e na Covilhã, respectivamente.

Comments are closed.