Chantiers de l’Atlantique, Damen, Fincantieri, Lürssen, Meyer Werft, Naval Group e Navantia vão desenvolver uma plataforma comum de navio conectado.

Com nome de projecto Code Kilo, a iniciativa procura a harmonização de soluções e padrões de gestão de dados para responder aos desafios da digitalização.

O projecto dos membros da EuroYards pretende envolver todas as partes interessadas no sector marítimo, incluindo armadores, estaleiros, fornecedores e sociedades de classificação. O Code Kilo é apoiado pela SEA Europe, a associação de estaleiros navais e equipamentos marítimos.

Actualmente, os sistemas dos navios fornecem grandes quantidades de dados relacionados com o estado dos equipamentos, as operações e o desempenho do navio. O Code Kilo pretende aumentar as oportunidades de reutilizar, combinar e gerar valor e informação a partir desses dados. Isso permitirá que o operador do navio, o estaleiro e os fornecedores de equipamentos optimizem as suas respectivas actividades.

Os construtores navais europeus acrescentam que procurarão estabelecer as bases para futuras oportunidades de negócios com a Internet das Coisas, Big Data e Inteligência Artificial.

Curiosamente, o anúncio da iniciativa Code Kilo acontece na mesma semana em que Maersk, MSC, Hapag-Lloyd e ONE formalizaram a Digital Container Shipping Association, com o objectivo de promover a digitalização, a padronização e a interoperabilidade no sector.

» Maersk, MSC, Hapag e ONE juntas pela digitalização

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*