O Comité norte-americano do Investimento Estrangeiro deu o seu aval à compra da OOCL pela Cosco, anunciou no domingo a companhia chinesa.

A decisão norte-americana decorre da proposta da Cosco de alienar o terminal de contentores de Long Beach actualmente controlado pela OOCL.

A compra da OOCL pela Cosco fez accionar os alarmes em Washington, uma vez que os chineses passariam a controlar três terminais de contentores na Califórnia.

Para facilitar o ok do Comité do Investimento Estrangeiro e afastar os receios pela segurança nacional norte-americana, a Cosco propôs-se transferir a propriedade do terminal de Long Beach para um fundo norte-americano enquanto procura um comprador para o activo.

Ainda assim, haviam algumas dúvidas sobre qual seria a decisão do Comité, num momento de tensão comercial entre Washington e Pequim.

As autoridades da Concorrência dos EUA, da UE e, há dias, da China já aceitaram a fusão, pelo que a Cosco pode avançar com o negócio da compra da OOIL e, assim, integrar a OOCL e tornar-se a terceira maior companhia de transporte marítimo de contentores do mundo.

 

Os comentários estão encerrados.