A poucas semanas do arranque das novas alianças, o Departamento de Justiça dos EUA aproveitou uma reunião do Box Club, em Chicago, para intimar dirigentes de várias companhias a prestarem declarações numa investigação à possível cartelização do transporte marítimo de contentores.

Maersk Line

Maersk Line, Hapag-Lloyd, Evergreen e OOCL estão entre as companhias citadas no decurso da reunião do Conselho Internacional de Operadores de Contentores (também  conhecido por Box Club), que decorreu na semana passada em São Francisco, EUA, avança a “Reuters”.

Pelo menos para já desconhecem-se os casos concretos que estarão sob investigação, nem tão-pouco se sabe se haverá mais companhias envolvidas.

O Departamento de Justiça dos EUA tem manifestado a sua preocupação sobre os potenciais riscos das novas mega-alianças para a concorrência no transporte marítimo de contentores. Ainda em Setembro passado, lembra a “Reuters”, terá instado a Comissão Marítima Federal (FMC), a quem cumpre dar o “ok” às alianças, a impor mudanças na THE Alliance.

A THE Alliance e a Ocean Alliance deverão iniciar operações em Abril, juntando-se à 2M. As três controlarão a “parte de leão” da oferta mundial de transporte marítimo de contentores.

 

Comments are closed.