A entrada em vigor da norma Euro 6 no início deste ano fez antecipar muitas compras de camiões para Dezembro. Resultado: as vendas dispararam 135,9% no último mês de 2013 e com isso o ano terminou com um saldo positivo de 8,6% face a 2012.

Em Portugal, as vendas de camiões de +16 toneladas mais do que quadruplicaram em Dezembro, de acordo com os dados divulgados pela ACEA. Foram matriculados 417 veículos, contra os 98 do mês homólogo de 2012. E com isso as vendas anuais atingiram as 1 980 unidades, mais 27,8% que as 1 549 de há um ano.

Em Dezembro, segundo a ACEA, foram matriculados na União Europeia 33 573 pesados de mercadorias de +16 t, o que representou um crescimento homólogo de 135,9% (14 229 registos). Entre os principais mercados, destacaram-se o Reino Unido, com uma alta de 231,8% (para 8 125 unidades), Espanha com 142,7% (1 274), a Polónia com 136,2% (2 282), a Holanda com 178,6% (2 817) e a Itália com 120,8% (1 272).

O Reino Unido foi mesmo o maior mercado europeu em Dezembro, superando os tradicionais líderes – Alemanha e França -, que experimentaram crescimentos mais modestos: 90,1% e 62,7% para 6 269 e 4 454 veículos, respectivamente.

2013 fechou, assim, com um total de 231 662 camiões de +16 t registados, mais 8,6% que os 213 249 de 2012.

Alemanha e França terminaram o ano praticamente a zeros, com 54 576 e 37 626 matrículas, respectivamente. Entre os principais mercados, o Reino Unido liderou os ganhos, com 31,1% para 37 810 veículos, seguido da Polónia com 19,1% (16 733), da Holanda com 12,5% (11 739) e de Espanha cm 4,9% (10 991). A Itália regrediu 3% para 9 626 registos.

Comments are closed.