Vai ser mais caro passar de camião pelo túnel da Mancha este ano. A Eurotunnel anunciou que em 2015 serão 39 os dias de “pico”, em que se pagará mais pelo embarque nos shuttles. No ano passado houve 35 dias de “pico”.
Eurotunnel

“Reservamo-nos o direito de adicionar mais dias, naturalmente com aviso prévio”, referiu o CEO da Eurotunnel, Jacques Gounon, à margem da apresentação dos resultados da companhia.

Aquele responsável escusou-se a revelar os aumentos a aplicar nos períodos de pico. A introdução do sistema, que já está em vigor para viaturas ligeiras desde 2006, vai, porém, ter um efeito positivo nas margens de lucro da empresa, tanto mais que os pesados têm menos flexibilidade de escolha de datas para viajarem.

A medida agora anunciada inclui um pacote de sete vectores do plano estratégico “Vision 2020” que o grupo Eurotunnel tem em curso.

Este plano prevê que a companhia possa transportar este ano dois milhões de camiões, contra 1,5 milhões em 2015. A Eurotunnel investiu, para isso, 30 milhões de euros nos terminais de Folkestone (Reino Unido, em funcionamento desde Outubro de 2015) e de Coquelles (França, em funcionamento desde este mês). Além de ir lançar mais três shuttles. O terminal de Folkestone será ainda alvo de mais investimentos, no sentido de poder processar até 300 camiões/hora.

 

 

Comments are closed.