A “lançadeira” de transporte de camiões entre França e Reino Unido assume-se cada vez mais como a principal área de negócio da Eurotunnel. O recorde do ano passado foi já batido.

Eurotunnel

A Eurotunnel atingiu na passada seta-feira, dia 25, a marca de 1 483 741 camiões transportados sob a Mancha, com isso igualando o recorde alcançado no final do ano passado.

É, assim, certo, que 2016 será um novo ano recorde para a Eurotunnel. Isto depois de em 2015 ter fixado um novo máximo. No ano passado foi preciso esperar até 22 de Dezembro para igualar a marca de 1 464 880 veículos registados em 2014 entre Calais e Dover.

Nos dez primeiros meses do ano em curso, o tráfego de camiões na “lançadeira” ferroviária aumentou 12% face ao mesmo período de 2015, acima dos 5% de subida registada pela generalidade do mercado da Mancha.

Os planos de investimento da Eurotunnel para esta actividade – o aumento da capacidade para até 300 camiões/hora, com um shuttle a cada 7m30s – permitirão à concessionária do túnel ferroviário manter o crescimento do número de camiões transportados.

De acordo com os resultados do primeiro semestre, o transporte ferroviário de camiões sob a Mancha representa metade da facturação da Eurotunnel.

 

 

Os comentários estão encerrados.