O serviço de transporte de camiões da Eurotunnel fechou Maio com uma queda de 29% em relação ao mesmo mês do ano passado, com 27 697 veículos.

Eurotunnel acumula uma quebra de 19% no tráfego de camiões

Desde o início do ano, foram 557 mil os camiões movimentados através do Eurotunnel, menos 19% do que no mesmo período do ano passado. As restrições à mobilidade devido à pandemia de Covid-19 são a principal causa.

As lançadeiras ferroviárias que ligam o porto francês de Calais ao britânico de Dover registaram, em Maio, a passagem de 41 644 veículos de passageiros, em comparação com 213 613 no ano anterior, representando uma forte descida de 81% face a igual mês de 2019.

Desde o início do ano, o tráfego atingiu 481 498 veículos de passageiros. Esse volume é 48% inferior ao do período homólogo do ano passado.

Entre as medidas de restrição à mobilidade no Eurotunnel estão a redução do número de camiões em cada viagem. No caso dos automóveis e caravanas, essa restrição não foi aplicada, uma vez que os condutores têm de  permanecer dentro dos veículos enquanto atravessam o túnel do Canal, sem ter contacto físico directo com funcionários da Eurotunnel ou os restantes passageiros.

Comments are closed.