O grupo Eurotunnel, que gere a travessia ferroviária do Canal da Mancha, registou no primeiro semestre do ano um resultado líquido de 39 milhões de euros, que compara com as perdas de cinco milhões de há um ano.

Eurotunnel

 

Todas as unidades de negócio contribuíram para a melhoria dos resultados globais, que atingiram os 649 milhões de euros, no tocante às receitas, e os 252 milhões de euros no concernente ao EBITDA.

As receitas da exploração do túnel (em que se incluem os shuttles próprios para o transporte de camiões e as taxas de uso da infra-estrutura cobradas aos comboios de passageiros e de mercadorias) subiram 6% para os 443 milhões de euros.

Já o volume de negócios da Europorte (a subsidiária que assegura serviços de transporte ferroviário de mercadorias nos mercados francês e britânico) cresceu 13% até aos 154 milhões de euros.

O trafego de camiões sob a Mancha cresceu 8% para 752 290. E o tráfego de mercadorias (da Europorte mas não só) cresceu 6% em volume (892 023 toneladas) e 4% em número de composições (1 563).

Animada pelos bons resultados e pelas perspectivas optimistas da economia britânica, o Grupo Eurotunnel projecta atingir no final do ano um EBITDA de 535 milhões de euros, e subir para 580 milhões em 2016.

 

Comments are closed.