A Eurotunnel inaugurou o primeiro de três novos shuttles de camiões de terceira geração. A companhia que gere o túnel ferroviário sob a Mancha quer incrementar o tráfego de camiões à boleia do boom da economia digital e das crescentes preocupações ambientais.

Eurotunnel

Em resposta ao aumento da procura, e para atingir o objectivo de transportar dois milhões de camiões em 2020, a Eurotunnel investiu 40 milhões de euros na aquisição dos três novos shuttles, cada um composto por 32 vagões, três carregadores e um vagão para os motoristas dos camiões.

Produzidos pela WBN Waggonbau Niesky, estes três novos shuttles trarão uma capacidade adicional de 20%, permitindo à Eurotunnel oferecer até oito partidas por hora.

“Com a entrada ao serviço de três novos shuttles, o que acontece pela primeira vez desde Janeiro de 1999, a Eurotunnel inicia uma nova fase de desenvolvimento, oferecendo, além da velocidade da travessia, uma frequência inigualável de partidas”, disse, citado pela assessoria de imprensa, Jacques Gounon, presidente do conselho de administração e director-geral do grupo Eurotunnel.

 

Comments are closed.