O aeroporto do Montijo “não tem futuro”, considera o ex-bastonário da Ordem dos Engenheiros, que recomenda a alternativa do Campo de Tiro de Alcochete.

 

“O Campo de Tiro de Alcochete é uma solução com futuro. O Montijo não tem futuro nenhum é a Portela + 2”, apontou Carlos Matias Ramos, que falava, em Lisboa, numa sessão pública organizada pela Plataforma Cívica Aeroporto BA6 Montijo Não!.

Para o também ex-presidente do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), “o Montijo tem complicações tremendas do ponto de vista da engenharia”, bem como para a população e para os animais.

Conforme explicou o engenheiro, a Base Aérea 6 do Montijo tem apenas construída “uma linha que não recebe aviões pesados” e que “mal recebe os aviões da Força Aérea”, notando que não se trata de uma solução barata.

Durante a sua intervenção, Carlos Matias Ramos lamentou ainda que entidades como a gestora aeroportuária ANA fujam do debate sobre as consequências da construção daquela infra-estrutura. “O Montijo tem [uma pista] com 2 187 metros de comprimento e prevêem-se obras para mais 390 metros”, referiu o antigo responsável do LNEC, afirmando ainda que a pista “tem que ser alteada, numa zona que é de aterro”.

Já a nível do ruído, o Campo de Tiro de Alcochete afectaria cerca de 400 habitantes, enquanto a solução do Montijo entre 30.000 e 35.000, apontou.

Por sua vez, no que se refere ao futuro do Aeroporto Humberto Delgado, o ex-responsável do LNEC vincou que “tem que ser um objectivo nacional” tirar o aeroporto da Portela, sublinhando que não há nenhum aeroporto europeu situado no centro da cidade.

A 8 de Janeiro do ano passado, a ANA e o Estado assinaram o acordo para a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, com um investimento de 1,15 mil milhões de euros até 2028 para aumentar o actual aeroporto de Lisboa e transformar a base aérea do Montijo num novo aeroporto.

O aeroporto do Montijo poderá ter os primeiros trabalhos no terreno já este ano, depois da emissão da Declaração de Impacto Ambiental (DIA) e da reorganização do espaço aéreo militar.

This article has 1 comment

  1. Não há maior prova de corrupção política que a entrevista do MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES NA TV todos menos ele sabem o Montijo é inaceitável.
    Quando digo TODOS são desde pilotos a engenheiros das várias especialidades !!