O governo regional da Extremadura dispõe-se a investir 25 milhões de euros na primeira fase da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu, em Badajoz, até 2016.

O anúncio foi feito pelo presidente do governo autonómico, que igualmente anunciou um acordo entre o Executivo da Extremadura, o ayuntamiento de Badajoz e a Sepes, empresa pública detentora de parques logísticos/industriais.

O projecto da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu é já velho de quase uma década. A intenção seria criar um pólo que atraísse empresas dos dois lados da fronteira (Espanha e Portugal) e tirasse partido da localização estratégica sobre a prevista linha de Alta Velocidade entre Lisboa e Madrid. Nomeadamente, para utilizar Sines como porta de entrada/saída de mercadorias.

A crise e o abandono do projecto de Alta Velocidade pelo governo português atrasou o desenvolvimento da plataforma, mas agora a ministra do Fomento espanhola reafirmou o empenho de Madrid na ligação à Extremadura.

A Sepes já investiu 50 milhões de euros na disponibilização de terrenos para a futura plataforma logística.

Comments are closed.