A FedEx não irá renovar o contrato que tem com a Amazon para o transporte no mercado doméstico dos EUA.

A decisão foi anunciada no site da empresa na sexta-feira (dia 7), num comunicado que ressalva que os contratos existentes entre a Amazon e outras unidades da FedEx não serão afectados.

A decisão da FedEx é vista por alguns analistas como uma resposta à estratégia da gigante do comércio electrónico de assumir, cada vez mais, as suas próprias operações logísticas. Outros especialistas vêem, porém, a opção como uma maneira de a operadora estar menos dependente de clientes que “esmagam” os preços.

Sem surpresa, o grupo não indica de forma concreta a razão. “A FedEx tomou a decisão estratégica de não renovar… À medida que nos concentramos em servir o mercado mais amplo de comércio electrónico”, indica o comunicado.

“A Amazon não é [o nosso] maior cliente; a percentagem da receita atribuível à Amazon representou menos de 1,3% para o período de 12 meses que terminou em Dezembro de 2018”, acrescenta a companhia.

“Respeitamos a decisão da FedEx e agradecemos pelo papel que tiveram ao serviço dos clientes da Amazon ao longo dos anos”, indicou ao “The Loadstar”, um porta-voz da Amazon.

Nos últimos anos, o presidente da FedEx, Fred Smith, afirmou repetidas vezes que a companhia não via a Amazon como uma ameaça ou concorrente potencial de qualquer uma das suas divisões.

Tags:

Comments are closed.