Felixstowe, o maior porto de contentores da Grã-Bretanha, situado 113 quilómetros a Norte de Londres, vai duplicar a capacidade até 2030.

Felixtowe

A Hutchison Ports UK, que detém o terminal britânico, anunciou a adjudicação da obra que ampliará o comprimento dos ancoradouros 8 e 9 para cerca de 920 metros, permitindo que Felixstowe receba, em simultâneo, dois navios com capacidade para 21 000 TEU.

“Estamos a efectuar uma dragagem até aos -16 metros”, explicou, citado em comunicado de imprensa, o director financeiro da Hutchinson Ports UK, Mark Seaman.

A primeira fase dos ancoradouros 8 e 9 incluiu dez pórticos de cais “twin-lift” da ZPMC, com um alcance máximo de 24 fileiras de contentores. Quando a actual fase de expansão estiver concluída, serão instalados mais três guindastes da mesma dimensão.

Esta ampliação surge como resposta ao crescimento que o porto de Felixstowe tem experimentado. “Movimentámos mais de 4,1 milhões de TEU em 2014”, indicou Mark Seaman, antes de recordar que aquele volume coloca o porto britânico “em níveis superiores aos da pré-recessão”.

O porto britânico recebe mais de 4 000 escalas anuais, de 33 companhias, que operam mais de 90 serviços, acrescentou.

Também os três terminais ferroviários do porto têm aumentado os volumes transportados, realizando actualmente mais de 60 comboios diários, entre partidas e chegadas.

Já este ano Felixtowe bateu por duas vezes o recorde do maior navio operado. Primeiro com o CSCL Globe e, mais recentemente, com o MSC Oscar

Nos planos futuros para a expansão do porto incluem-se a construção do ancoradouro 10 e o projecto Bathside Bay, em pleno estuário.

O montante do investimento previsto não foi divulgado.

 

Os comentários estão encerrados.