A Fernave anuncia para Novembro o arranque da quinta edição do curso de formação inicial de maquinistas. Até ao momento foram formados 46 profissionais.

Fernave já formou 46 maquinistas no mercado

Quem goste e queira fazer carreira como maquinista de comboios tem até 8 de Outubro para se inscrever no curso de formação inicial promovido pela Fernave.

Pela frente terá cerca de sete meses de formação (1090 horas) e 280 horas de estágio num operador ferroviário (o que lhe poderá abrir as portas para uma colocação).

No final, se for aprovado no exame realizado pelo IMT, ficará habilitado com a carta de maquinista e certificado para conduzir um tipo de material circulante (a máquina em que tenha aprendido e praticado) num determinado percurso (idem, agora para um trajecto).

As inscrições decorrem até 8 de Outubro. As aulas – em Lisboa e em horário laboral – arrancarão a 12 de Novembro.

Os requisitos exigidos são simples: 20 anos de idade, escolaridade mínima obrigatória ou equivalente e teste de aptidão física e mental (a ser realizado por entidade reconhecida pelo IMT).

A frequência do custo custa 10 mil euros (+IVA). Acrescem 270 euros (+IVA) para a realização dos exames médicos e psicológicos e 500 euros de taxa a pagar ao IMT para a realização do exame final.

A Fernave sublinha que este continua a ser o único curso de formação de maquinistas aberto a todos (as outras acções de formação similares são realizadas por iniciativa e dentro do universo dos operadores ferroviários), e que há procura por maquinistas.

Entre 2013 e 2017, a Fernave realizou quatro edições do curso, tendo formado “46 novos maquinistas, que encontraram neste curso a sua profissão”.

 

Tags:

Comments are closed.