O consórcio Ferrovial/ACA apresentou as melhores propostas para a construção da Linha Rosa e o prolongamento da Amarela do Metro do Porto, devendo “proceder-se à adjudicação [das empreitadas] em breve”.

Em 26 de Maio, a empresa revelou ter recebido 15 propostas no concurso público de 365 milhões de euros.

Agora, está “tudo a postos para que, após o cumprimento de todos os formalismos e prazos legais, possa em breve proceder-se à adjudicação de ambas as empreitadas e que as obras arranquem no segundo semestre deste ano”, acrescenta a Metro do Porto.

Em causa estão mais seis quilómetros e sete novas estações, no Porto e em Vila Nova de Gaia.

Os valores de referência para o investimento da expansão da rede do Metro eram de 235 milhões de euros para a Linha Rosa e de 130 milhões de euros para o prolongamento da Linha Amarela, “pelo que os valores das propostas vencedoras de cada um dos concursos representam poupanças substanciais”.

A nova Linha Rosa (Circular) do Metro do Porto integrará quatro estações e cerca de três quilómetros de via, ligando S. Bento/Praça da Liberdade à Casa da Música, servindo o Hospital de Santo António, o Pavilhão Rosa Mota, o Centro Materno-Infantil, a Praça de Galiza e as faculdades do pólo do Campo Alegre.

Já a extensão da Linha Amarela permitirá construir um troço com três estações e cerca de três quilómetros, que ligará Santo Ovídio a Vila d’Este, passando pelo Centro de Produção da RTP e pelo Hospital Santos Silva.

“As empreitadas vão decorrer entre 2020 e 20232, refere a Metro do Porto. A Linha Rosa tem um prazo de construção de 42 meses e na Linha Amarela, o prazo é de 34 meses.

Em Março, o Governo autorizou a Metro do Porto a gastar até 407,7 milhões de euros com esta expansão, num reforço total de 137 milhões de euros para as duas empreitadas. Fonte da empresa esclareceu então que a diferença entre o reforço de 95 milhões de euros para a empreitada e o reforço global de 137 milhões diz respeito a outros concursos complementares que terão de ser lançados, ligados à sinalética ou máquinas de bilhética.

O Metro do Porto opera em sete concelhos da Área Metropolitana do Porto através de uma rede de seis linhas, 67 quilómetros e 82 estações, tendo em 2019 ultrapassado os 71 milhões de clientes, de acordo com dados da empresa.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*