Depois do ESC e do CLECAT, também a FIATA saudou a mudança para tarifas “all in” no transporte aéreo de carga.

A Emirates e a Qatar Airways foram as primeiras companhias a anunciarem tarifários que incluem todas as taxas, como as de combustível e segurança. A federação dos transitários diz acreditar que outras poderão agora tomar decisão semelhante.

“A simplificação das estruturas tarifárias será um benefício, tanto para transitários como para carregadores. Os transitários há muito que pretendem que essas sobretaxas sejam retiradas, por serem pouco claras e complexas e, desse modo, tornarem difícil definir preços para o transporte aéreo de carga”, refere o comunicado da FIATA.

De acordo com a mesma nota, o presidente do Airfreight Institute da FIATA, Rodolfo Sagel, acredita que a mudança de política tarifária para o conceito “all in” poderá aumentar a transparência.

Comments are closed.