A Fincantieri, controlada pelo Estado italiano, é a única candidata à compra da maioria da STX France, de que o Governo de Paris detém um terço do capital. A decisão poderá ser conhecida já a  3 de Janeiro.

STX France

A venda dos 66% dos estaleiros de Nantes decorre do processo de reestruturação financeira da sul-coreana STX Offshore and Shipbuilding, que decorre nos tribunais de Seul.

A Fincantieri, rival da STX France, foi a única a formalizar uma proposta de compra. Pelo caminho ficou o consórcio formado pela holandesa Damen e pela MSC Cruises e Royal Caribbean, estas duas importantes clientes dos estaleiros franceses, e também um grupo oriundo de Hong Kong.

Os estaleiros da STX France, ex-Chantiers de l’Atlantique, empregam cerca de 2 600 pessoas nas instalações de Nantes. O Estado francês controla um terço da companhia, e se afastou desde logo a possibilidade de comprar o restante, também deixou bem claro que terá uma palavra a dizer sobre a escolha do novo dono.

Segundo a imprensa gaulesa, a Fincantieri não era propriamente o candidato mais desejado. Por ser concorrente e por ser controlado pelo Estado italiano. Mas também pelos receios de transferência da tecnologia francesa para a China, na sequência do acordo de parceria estabelecido com a China State Shipbuilding Corp para o mercado local. Por outro lado, tem a vantagem de ser europeia.

A decisão da venda é esperada para 3 de Janeiro. Na certeza de que se o preço oferecido for considerado demasiado baixo, o processo ficará sem efeito.

Restará ainda saber o que terá Bruxelas a dizer sobre o negócio, caso avance.

 

Comments are closed.