Com as primeiras entregas a clientes agendadas para o final do Verão, a Ford Ranger Thunder será limitada a 4 500 unidades para toda a Europa.

Derivada da Ranger Wildtrak, esta versão mais “apimentada” da pick-up da Ford apresenta algumas diferenças de design interior e exterior. Com a carroçaria na cor Sea Grey, esta nova versão conta com jantes de liga-leve pretas exclusivas, de 18 polegadas, e acabamentos Ebony Black na grelha dianteira, pára-choques traseiro, protecções inferiores, molduras dos faróis de nevoeiro, plataforma de carga desportiva e puxadores das portas.

Realce ainda para as inserções a vermelho vivo na grelha e plataforma de carga, complementadas por emblemas “Thunder” com efeito tridimensional nas portas dianteiras (condutor e passageiro) e no portão traseiro, com o logótipo “Ranger” em preto mate.

Os faróis LED com molduras escurecidas são também de série, e as ópticas traseiras adoptam igualmente molduras escurecidas. O Ranger Thunder inclui um revestimento específico no espaço de carga traseiro e uma cobertura Black Mountain Top em esmalte.

No interior, chamam à atenção os bancos em couro com logótipo “Thunder” bordado a vermelho e costuras correspondentes no volante, bancos, painel de instrumentos e principais pontos de contacto em todo habitáculo. Também as  soleiras são iluminadas a vermelho.

Caixa automática de série

Com motor diesel EcoBlue 2.0 biturbo de 213 cv e 500 Nm de binário, a Ford Ranger Thunder integra, também de série, a caixa automática Ford de 10 velocidades, também presente na pick-up F-150 e no desportivo Mustang.

O modelo de tracção integral proporciona consumos e emissões a partir de  9,1 l/100km e 239 g/km (WLTP).

A Ford Ranger  conquistou o troféu internacional de “Pick-Up do Ano 2020”. Com 52 500 unidades vendidas, 2019 foi o melhor ano de sempre para o modelo Ranger na Europa. Em Portugal, no mesmo período, foram vendidas 127 unidades. A Ford ainda não definiu os preços da Ranger Thunder.

Tags:

Comments are closed.