Os motoristas que circulem em França sem um alcoolímetro a bordo só serão sancionados a partir de 1 de Março do próximo ano.

A legislação que impõe a instalação daquele equipamento de medição da taxa de alcoolemia entrou em vigor no passado 1 de Julho, mas só a partir de 1 de Novembro é que os faltosos passariam a ser multados.

Com o aproximar daquela data, e verificada que foi a escassez de equipamentos em algumas regiões gaulesas, o ministro do Interior de Paris decidiu prorrogar o período transitório até 1 de Março próximo.

A obrigatoriedade de dispor de um alcoolímetro a bordo aplica-se a todos os veículos a motor (excepto as motocicletas), mas é razoável pensar que a fiscalização incidirá sobretudo nos transportadores rodoviários de mercadorias e de passageiros.

O decreto governamental que impõe os alcoolímetros estipula que os equipamentos terão de ser certificados e que, entre outros requisitos, deverão garantir a imobilização do veículo sempre que a taxa de alcoolemia do motorista seja superior à legalmente permitida.

Os comentários estão encerrados.