França voltará a efectuar controlos nas fronteiras do país entre 1 de Maio e 31 de Outubro, anunciou o Ministério do Interior do governo gaulês.

Desde os atentados terroristas de Paris, em Novembro de 2015, que o governo francês aplica, periodicamente, medidas anti-terroristas, entre as quais a vigilância das fronteiras terrestres.

Este controlo tem natural impacto nas operações dos transportadores rodoviários que pretendem entrar ou sair de França. Aquando dos últimos controlos, as filas nas fronteiras de La Junquera e Irún foram superiores a 20 quilómetros, com o tempo de espera a chegar a três horas.

Em Espanha, os transportadores já apelaram ao governo de Madrid para que se mantenha vigilante “para que estas medidas não impliquem, na prática, um obstáculo à livre circulação de pessoas e bens na União Europeia, princípios que devem ser respeitados sempre, em conformidade com as disposições do Tratado da União Europeia”, referiu a Fenadismer.

 

Este artigo tem1 comentário

  1. Pois a França devia combater todas as ilegalidades que atravessam o pais, fiscalizar horas de condução do dia e dos 28 dias de cada condutor, e empresas se não estiverem conforme a lei não poderiam circular no pais,
    Não fazendo cumprir as leis europeias esta a cooperar com a ilegalização sobe pena de vir a ser condenada