As autoridades francesas estão a intensificar os controlos de velocidade nas estradas do país e agravaram as penalizações para quem tarde em pagar as multas devidas.

Radares

A tolerância máxima para a observância dos limites máximos de velocidade permitida é de 5% nos casos em que a fiscalização é feita com recurso a radares fixos, e de 10% quando são usados radares móveis.

Em caso de infracção, o melhor mesmo é pagar a multa o mais depressa possível, porque em caso de atraso o agravamento pode chegar aos 400%. Por exemplo, para um excesso de velocidade inferior a 20 km/h, a multa a aplicar é de 90 euros se for paga no primeiro mês e meio, subindo para 135 euros se for paga até dois meses e meio e alcançando os 375 euros se esse prazo for ultrapassado.

O alerta foi lançado, no país vizinho, pela Fenasdimer e está a ser replicado por cá pela Antram.

Comments are closed.