Ao cabo de cinco tentativas abortadas, parece que será desta: a França irá implementar até ao fim de Junho de 2017 a ecotaxa rodoviária para os pesados de mercadorias.

Portagens - Ecoumov

Desta feita, a ecotaxa não avança por iniciativa do Eliseu, mas porque o Conselho de Estado francês emitiu uma resolução que obriga o governo a cobrar as portagens no prazo de seis meses.

A taxa a pagar será de 0,13 euros por quilómetro. A ecotaxa abrangerá 4 000 quilómetros de estradas nacionais e regionais do país.

Nas cinco anteriores tentativas, além dos protestos de transportadores e carregadores, Paris teve de enfrentar dificuldades na implementação do sistema de cobrança, nomeadamente com a instalação dos dispositivos de bordo para o pagamento da ecotaxa.

A última tentativa ocorreu em Outubro de 2014, quando se realizaram testes com vista à implementação da medida em Janeiro de 2015. O governo francês acabou, na altura, por adiar indefinidamente a cobrança por “dificuldades de aplicação”.

 

 

Tags:

Comments are closed.