O governo francês vai mesmo impôr, a partir de amanhã. a aplicação do salário mínimo gaulês aos motoristas estrangeiros que circulem no país, seja em transportes internacionais, seja em operações de cabotagem.

Greve camiões

Foram várias as organizações internacionais de transportadores que, ao longo das últimas semanas, solicitaram a França uma moratória na entrada em vigor da legislação. As autoridades gaulesas não acederam mas prometeram, ainda assim, que a aplicação da lei terá, ao longo das primeiras semanas, alguma flexibilidade.

Entretanto, praticamente na véspera do arranque das novas obrigações, foi finalmente publicado no site do Ministério Francês dos Transportes o modelo de declaração de destacamento (a “attestation de détachement”) que todos os veículos deverão ter. Este documento está disponível aqui.

De igual modo, o governo gaulês passou a disponibilizar na net informação em várias línguas sobre a aplicação do salário mínimo do país aos motoristas estrangeiros. Assim, além do francês, a informação passa a estar também disponível em português, espanhol, inglês, húngaro, polaco e romeno.

 

 

Comments are closed.