O operador logístico francês Clasquin anunciou ter criado uma subsidiária em Portugal com a abertura, no fim de Outubro, de um escritório em Lisboa. Um segundo escritório da companhia em solo luso será inaugurado ainda este mês no Porto.

clasquin

O investimento no nosso país segue-se a outros efectuados este ano: a abertura de um escritório em Bangalore (Índia), a aquisição de um pequeno despachante em Nova Iorque e da Art Shipping, especialista no transporte de arte sediado em Paris.

A Clasquin é uma empresa cotada em Bolsa, com sede em Lyon. Está presente em 21 países, nos cinco continentes.

Nos primeiros nove meses do ano, a Clasquin cresceu 18,4% nos tráfegos marítimos, tendo atingido os 107 100 TEU, e 7,5% na carga aérea (para 36 438 toneladas). Quanto à facturação, caiu 6,5%, para 165,9 milhões de euros, influenciada pelas quebras dos fretes e do preço do crude. O lucro bruto subiu 0,3%, para 42,2 milhões de euros.

Quanto ao resto de 2016, a Clasquin prevê “continuar a ter um desempenho melhor do que a média do mercado”.

 

 

Comments are closed.