Frankfurt, base da Lufthansa Cargo, manteve-se como o maior aeroporto europeu na movimentação de carga, mas cresceu menos que a maioria dos seus competidores em 2016.

Frankfurt - Lufthansa

O aeroporto germânico movimentou 2,15 milhões de toneladas, o que representou um crescimento homólogo de 1,8%. No segundo lugar do ranking manteve-se Paris-Charles de Gaulle (Air France Cargo), agora ligeiramente mais perto, fruto de um aumento de actividade de 2,7%, com 1,95 milhões de toneladas. A encerrar o pódio, e também a ganhar terreno ao líder, Amesterdão (KLM Cargo) cresceu 2,5% e chegou aos 1,66 milhões de toneladas.

Londres (BA Cargo) fecha o primeiro pelotão dos principais aeroportos, com 1,543 milhões de toneladas processadas em 2016, mais 3% que no exercício anterior.

Leipzig (DHL Express) confirmou-se como o primeiro dos mais “pequenos”. Superou o milhão de toneladas (fez 1,05 milhões), com um crescimento homólogo de 6,5%.

Nos lugares seguintes do “top 10” do ranking situaram-se Luxemburgo (801,81 mil toneladas, mais 8,7%), Colónia (786 mil, mais 4%), Liège (660,60 mil toneladas, mais 1,7%), Milão (564,13 mil toneladas, mais 4,8%) e Bruxelas (494,64 mil toneladas, mais 1,1%).

À falta de dados dos aeroportos portugueses, registe-se que Madrid-Barajas foi o 12.º aeroporto europeu em carga movimentada, a crescer 9% até às 415 774 toneladas.

 

Comments are closed.