A Fret SNCF pretende reduzir o seu quadro de pessoal em 14%, ou 700 trabalhadores, até 2021.

Fret SNCF quer reduzir pessoal

A medida terá sido anunciada aos representantes dos trabalhadores no início do corrente mês. Os cortes serão atingidos mediante a não substituição dos trabalhadores que entretanto se reformem, e através da transferência de trabalhadores da Fret SNCF para outras unidades do grupo SNCF.

A Fret SNCF é a principal unidade do negócio de carga e logística da operadora pública ferroviária francesa.

O governo gaulês propõe-se reformar o sector ferroviário do país, o que tem  motivado protestos e greves da parte dos trabalhadores, que têm prejudicado os resultados das empresas envolvidas, numa espiral que parece não ter fim à vista.

No caso da Fret SCNF, as greves de três meses da SNCF já motivaram a redução em baixa da previsão do volume de receitas para este ano (de 860 milhões para 740 milhões de euros). Na inversa, os prejuízos deverão agravar-se, dos cerca de 120 milhões de euros registados em 2017 para 1260 milhões de euros.

O objectivo de atingir o break-even em 2021 parece, assim, cada vez mais distante.

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.