A espanhola Friopuerto, filial do grupo Romeu especializada em serviços de armazenagem e manipulação de produtos sob temperatura controlada, vendeu a operação ibérica à norte-americana Agro Merchants.

Os valores do negócio não foram indicados. Entre os activos agora alienados contam-se os armazéns frigoríficos que a Friopuerto construiu na ZAL de Sines (em 2016) e, mais recentemente, na Plataforma Logística de Leixões. Acresce a instalação no porto de Valência.

Com esta aquisição, a Agro Merchants reforça a sua presença na Península Ibérica, e em particular em Portugal, onde entrou em 2017 com a compra da Frissul e Frigomato.

A Agro Merchants tem 67 armazéns frigoríficos espalhados por 11 países. É o quarto operador mundial de logística com temperatura controlada.

Com a venda agora anunciada, a Friopuerto e o Grupo Romeu culminam o projecto de alienação dos activos em mercados mais maduros, passando a concentrar-se nos mercados emergentes, com as suas plataformas de Veracruz (México), Montevideu (Uruguai) e Tanger Med (Marrocos).

“Estamos felizes porque, com esta operação, valorizamos o conceito de logística de frio em portos estratégicos que começamos a desenvolver há 16 anos. Conseguimos implementar um modelo de plataformas de refrigeração portuárias orientadas para o comércio exterior que não existia, onde – com excepção para Montevideu – todos começaram do zero. O Agro Merchants Group era o comprador lógico e estamos muito satisfeitos que dêem continuidade a este apaixonante projecto”, disse, citado em comunicado, o CEO do grupo Romeu, Gonzalo Sanz.

Comments are closed.