A frota mundial de navios porta-contentores deverá crescer este ano 5,6%, voltando a ameaçar o equilíbrio entre a oferta e a procura, antecipa a Alphaliner.

 

Para 2018, a consultora parisiense prevê que entrem no mercado navios com uma capacidade agregada de 1,49 milhões de TEU, ao passo que os desmantelamentos totalizarão apenas o equivalente a 350 mil TEU.

A ser assim, o crescimento esperado de 5,6% superará largamente os 3,7% registados em 2017 face a 2016.

A 31 de Dezembro do ano passado, a frota mundial de navios porta-contentores celulares totalizava 5 177 navios, com uma capacidade total de 21,1 milhões de TEU.

No ano passado, as encomendas navios porta-contentores cresceram 140% em capacidade, até aos 671 641 TEU, lembra a Alphaliner. E com isso a carteira de encomendas elevou-se a 345 navios e 2,67 milhões de TEU.

A tendência de crescimento de encomendas deverá manter-se este ano, nomeadamente por acção de companhias asiáticas como a HMM ou a Yang Ming, que já tornaram público o seu desejo de crescer rapidamente, aproveitando o momento favorável do mercado e as facilidades de financiamento que lhes são concedidas.

 

Comments are closed.