A frota mundial de navios porta-contentores deverá atingir em 2013 o maior crescimento anual de sempre, superando mesmo o pico registado em 2008, prevê a Alphaliner.

Considerando o que é conhecido das encomendas de novos navios e dos prazos de entregas acordados, em 2013 os estaleiros deverão entregar aos armadores um total de 1,73 milhões de TEU. Um valor que supera os 1,57 milhões de TEU registados em 2008.

No ano passado, a frota mundial cresceu 9,2%. Para este ano a Alphaliner prevê um aumento de 8,7%, correspondente a 1,34 milhões de TEU. E em 2012 deverá manter-se o ritmo, com mais 1,44 milhões de TEU a iniciarem operações.

Em 2013, o ritmo de expansão da frota de porta-contentores ainda acelerará para os 9,7%.

A multiplicação das encomendas, e consequentemente das entregas, de navios cada vez mais maiores (sensivelmente metade corresponde a navios de mais de 10 000 TEU) não augura nada de bom para o sector, em termos de rendibilidade e dos resultados dos operadores, avisa a Alphaliner.

A situação poderá ainda agravar-se nos próximos meses uma vez que, di-lo a Alphaliner, alguns estaleiros terão ainda capacidade para construir mais porta-contentores a tempo de serem entregues em 2013.

Comments are closed.