A frota mundial de porta-contentores celulares cresceu o equivalente a 352 mil TEU no primeiro trimestre, mantendo a pressão em baixa sofre as tarifas de transporte.

Face ao nível de 4,9 milhões de TEU atingidos no final do ano passado, a frota mundial cresceu 7% no primeiro trimestre, em linha com o avanço esperado pela Alphaliner para todo o ano corrente. No entanto, em termos homólogos verificou-se até um declínio de 5,3% nas entregas de novos navios.

Segundo a Alphaliner, este ano serão entregues 253 porta-contentores, com uma capacidade global de 1,55 milhões de TEU.

Entre Janeiro e Março, os armadores e operadores colocaram encomendas que totalizam mais de 227 mil TEU, uma subida de 1,6% face ao verificado no primeiro trimestre de 2012.

Os navios imobilizados por falta de trabalho atingiram os 809 mil TEU (mais 4,6% em termos homólogos), mas deverão diminuir nas próximas semanas.

E no entanto, sublinha a Alphaliner, desde Janeiro as tarifas FE-Europa no mercado spot caíram mais de 33%. E continuarão pressionadas em baixa pela entrada de novos navios de grandes dimensões, como os 38 porta-contentores de +10 000 TEU esperados para o ano corrente.

Na verdade, as tarifas spot no Ásia-Norte da Europa estão ao nível mais baixo dos últimos 14 meses. Mas a procura é tão fraca que os operadores optaram por adiar para 1 de Maio os aumentos anunciados para vigorarem a partir de ontem.

Comments are closed.