Julho poderá ser o mês em que a Cosco comprará a OOCL. O negócio é falado desde Janeiro e continua a ser desmentido, mas fontes conhecedoras do processo dizem que o anúncio da transacção estará iminente.

OOCL

Várias vezes falada e outras tantas desmentidas, a compra da OOCL, de Hong Kong, pela chinesa Cosco volta a ser dada como certa, agora pelo “WSJ”.

A acontecer, a transacção poderá valer mais de quatro mil milhões de dólares e garantirá à Cosco a subida ao terceiro lugar do ranking mundial das companhias de transporte marítimo de contentores, em capacidade. Actualmente a Cosco é a número quatro no ranking elaborado pela Alphaliner, com uma quota de mercado de 8,3% e a OOCL é sétima, com 3,3%. Juntas, deterão uma capacidade de mais de 2,4 milhões de TEU.

A Cosco actual, recorde-se, é já o resultado da fusão da Cosco com a CSCL.

Cosco e OOCL integram a Ocean Alliance, juntamente com a CMA CGM e a Evergreen.

A Cosco é controlada pela família de Tung Chee-hwa, que há 20 anos abandonou o lugar de CEO da companhia para assumir a liderança de Hong Kong após a reunificação com a China continental. O aniversário comemora-se em Julho e poderá ficar assinalado pelo anúncio do novo negócio.

A Cosco não comenta as notícias, mas as suas acções estão suspensas em Bolsa desde meados de Maio à conta de desenvolvimentos relevantes para a sociedade. A OOIL, que controla a OOCL, mantém o que diz desde Janeiro: que não há negociações nenhumas.

 

Comments are closed.