Os galegos do Grupo Nogar  garantiram a entrada no porto de Viana do Castelo mediante a compra da Europac Logística, que ali movimenta cerca de 200 mil toneladas/ano.
Grupo Nogar

O negócio foi anunciado pela Europac, papeleira com instalações em Viana do Castelo, que assim prossegue a sua estratégia de desinvestimento em negócios não core.

No caso, a venda da Europac Logística, por 2,7 milhões de euros (uma mais-valia de 2.3 milhões), implica que a empresa adquirente (a Servinoga, Grupo Nogar) continuará a assegurar a prestação de serviços à Europac Kraft Viana no longo prazo, garantindo-lhe descontos progressivos sobre os preços actuais.

A Europac Logística movimenta em Viana do Castelo mais de 200 mil toneladas anuais, sendo que a Europac lhe garante 150 mil toneladas, exportadas por via marítima, a partir de Viana, principalmente para os portos de Bremen (Alemanha), Terneuzen (Holanda) e Livorno (Itália).

Os serviços prestados pela Europac Logística incluem o transporte e manuseamento de cargas, operação portuária e consignação de navios.

O Grupo Nogar opera terminais agro-alimentares e de carga geral em seis portos galegos, um terminal de contentores em Paranaguá (Brasil) e o porto de Pisco, no Peru.

 

 

Os comentários estão encerrados.