20 de Outubro é a data fixada para o lançamento dos primeiros dois de uma série de 19 satélites que hão-de constituir a constelação do projecto europeu Galileo.

O lançamento dos satélites será feito a partir do Space Port, em Kourou, na Guiana francesa. Os restantes 16 satélites serão lançados até 2019. Com os primeiros satélites em órbita, o Galileo poderá começar a disponibilizar serviços básicos a partir de 2014.

António Tajani saudou o anúncio da data para o lançamento dos primeiros satélites do Galileo, que se espera tornará a Europa independente do sistema GPS norte-americano.

As previsões da Comissão Europeia apontam para que o Galileo gere um volume de receitas extraordinário de 60 mil milhões de euros para a indústria europeia, num horizonte de 20 anos. Mas há também os que sustentam que o projecto não será auto-sustentável, devendo por isso consumir imensos recursos do orçamento comunitário.

O sistema Galileo será de crucial importância para o desenvolvimento dos transportes a nível europeu, não apenas em aplicações mais triviais, como a gestão de frotas, mas também, ou sobretudo, ao favorecer o desenvolvimento de um espaço único europeu.

Comments are closed.