O porto de Barcelona é o primeiro do país vizinho a dispor de um posto de abastecimento de gás natural, integrado numa estação de serviço da Galp.

Galp instala posto de GNL no porto de Barcelona

O posto de abastecimento da Galp é resultado de uma joint-venture entre a energética portuguesa e a HAM, responsável pela construção da estação de gás natural liquefeito (GNL).

A nova unidade tem duas “ilhas” de abastecimento de gás natural comprimido (GNC) para camiões e veículos, duas “ilhas” de GNL para camiões e um tanque criogénico GNL com 60 metros cúbicos de capacidade.

A construção foi financiada por fundos europeus, através do projecto Chameleon, com o objectivo de desenvolver a infra-estrutura de fornecimento de gás como combustível de veículos no corredor terrestre Barcelona-Eslovénia. Pelo porto catalão passam todos os dias cerca de 2200 camiões.

Plano de melhoria do ar

A nova infra-estrutura faz parte do Plano de Melhoria da Qualidade do Ar da Autoridade Portuária de Barcelona (APB), que visa reduzir as emissões resultantes da actividade do porto.

“Esta ‘gasinera’ é a prova do compromisso do porto de Barcelona para promover a utilização de combustíveis alternativos, limpos e sustentáveis, tais como o gás natural, o que reduz muito significativamente as emissões de óxidos de azoto e que elimina completamente as partículas finas e os óxidos de enxofre”, afirmou, citada pela imprensa espanhola, a presidente da APB, Mercè Conesa.

 

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*