A Transinsular anuncia para Outubro o alargamento da oferta na África Ocidental à Gâmbia e à Guiné-Conakry, a partir de Cabo Verde.

Transinsular alarga cobertura do West Africa

As novas escalas quinzenais em Banjul e Conakry juntar-se-ão à ligação a Bissau oferecida pelo serviço Atobá da Transinsular, que em Cabo Verde complementa a oferta do Lince Class, entre a Península Ibérica (com extensão ao Norte da Europa) e o arquipélago africano.

A companhia do Grupo ETE aposta, assim, no reforço de Cabo Verde como placa giratória para a África Ocidental, operando ali o transbordo das cargas para navios de menor dimensão, capazes de operar em portos mais pequenos e com menos equipamentos, ao mesmo tempo que garante a fiabilidade e encurta os tempos de trânsito.

“Os serviços da Transinsular na África Ocidental registam os melhores transit times com origem em Portugal, Espanha, Turquia e Norte da Europa e destino em Cabo Verde, Banjul, Conacry e Bissau, garantindo por isso a solução mais competitiva para as exportações com destino a esses mercados”, garante a Traninsular em comunicado.

“O alargamento do nosso compromisso com a África Ocidental vai traduzir-se na oferta de soluções à medida de cada cliente, com a garantia da fiabilidade de horários e os melhores transit times” (…). A dimensão da Transinsular e a sua flexibilidade continuam a ser o nosso foco e é isso que nos permite esta nova expansão”, refere a propósito Claus Larner, CEO da Transinsular, citado no mesmo comunicado.

“O desenvolvimento do hub cabo-verdiano é uma parte essencial da nossa estratégia para a África Ocidental. A utilização de um feeder que pode navegar facilmente pelos destinos de menor dimensão oferece um produto realmente premium em mercados que por vezes sofrem congestionamentos graves – proporcionando uma vantagem competitiva aos nossos clientes”, reforça Tom Collin, Director da Transinsular para a Europa-África.

O serviço Lince Class é assegurado pelo Leonie P. Já o serviço Atobá é garantido pelo Lagoa, inscrito no registo de Cavo Verde.

 

Os comentários estão encerrados.