A proposta de Orçamento de Estado para 2016 contemplará mais um aumento do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), que passará a representar mais de 60% do preço final do litro de diesel.

Carris

De acordo com o ministro das Finanças, Mário Centeno, o aumento do ISP será de quatro cêntimos no caso do gasóleo, passando de 0,406 euros para 0,446 euros/litro. Sobre estes valores, note-se, incide ainda o IVA, pelo que o aumento real para os consumidores será de mais de quatro cêntimos.

Com mais este aumento, a confirmar-se, o peso da fiscalidade no preço final do gasóleo ultrapassará os 70%.

Na sua exposição Mário Centeno não se referiu a qualquer medida de excepção para os transportadores rodoviários, de passageiros ou de mercadorias. Que assim verão aumentar de novo o peso específico da factura dos combustíveis nos seus custos operacionais, depois do alívio relativo concedido pela baixa do preço do petróleo.

Recorde que, no caso dos transportes públicos de passageiros, onde os tarifários são fixados pela tutela, o Governo decidiu manter os preços em 2016.

Tags:

Comments are closed.