A Autoridade Portuária de Gdansk anuncia para o final do ano o lançamento do concurso para um novo terminal de contentores no porto exterior.

Gdansk - Porto exterior

A nova infra-estrutura, a ser concessionada em regime BOT (Build, Operate and Transfer) e que já estará a atrair o interesse de vários players chineses, transformará o porto polaco num mega-hub para o Báltico e o Leste Europeu.

O novo terminal deepsea deverá funcionar como terminal de transhipment para contentores e carga geral. A sua construção visa criar as condições para o continuado crescimento do porto, em linha com a florescente economia polaca.

No ano passado, o movimento de contentores no terminal DCT Gdansk, detido pela australiana Macquarie, caiu cerca de 10% para 1,1 milhões, essencialmente por causa da crise da economia russa e do embargo europeu a Moscovo.

Ainda assim, é esperada para o final do exercício corrente a inauguração da expansão do terminal, que permitirá operar em simultâneo dois porta-contentores Triple E. A capacidade instalada crescerá assim para a casa dos 3-4 milhões de TEU anuais.

Nos últimos 12 meses, o porto de Gdansk garantiu escalas semanais das alianças 2M e G6, além de serviços de membros da aliança Ocean Three.

Comments are closed.