Mais de seis mil viagens realizadas e 860 passes subscritos, quase todos anuais, é o primeiro balanço do primeiro mês de operação das bicicletas partilhadas de Lisboa.

Bike sharing Lisboa

Neste primeiro mês, completado a 19 de Outubro, apenas estiveram disponíveis 100 bicicletas “Gira”, distribuídas por dez estações localizadas no Parque das Nações. Para as próximas semanas anuncia-se o alargamento do serviço às zonas de Alvalade e das Avenidas Novas.

Para realizarem as mais de seis mil viagens contabilizadas, os utilizadores do “Gira” privilegiaram as bicicletas electricamente assistidas (91%).

“Acreditamos que este projecto é um importante contributo para transformar Lisboa numa cidade mais acessível. Há ainda um longo caminho a percorrer, mas estão a ser dados vários passos nesse sentido. Neste primeiro mês de exploração comercial do “Gira” foram realizadas 6 396 viagens e percorrido 5 000 km. Nas últimas duas semanas, registaram-se níveis de utilização equiparáveis à última fase do período experimental do projecto, quando o acesso era ainda gratuito, o que nos deixa bastante satisfeitos», refere Luís Natal Marques, presidente do Conselho de Administração da EMEL, citado num comunicado emitido emitido a propósito pela empresa que gere o estacionamento na capital.

O serviço “Gira” tem três modalidades de adesão: o Passe Anual (25 euros) e o Passe Mensal (15 euros), destinados apenas a residentes em Portugal, e o Passe Diário (10 euros) principalmente destinado a turistas que passam por Lisboa.

Aos valores de adesão ao serviço, acrescem tarifas de utilização que têm como objectivo promover a realização de viagens pendulares (casa-trabalho ou casa-escola), tipicamente de curta duração, por oposição às viagens de lazer.

Nesta fase, e até ao final do ano, a validade do Passe Anual estender-se-á até ao final de 2018.

Tags:

Os comentários estão encerrados.