O Governo continua a preparar o concurso internacional para a compra de comboios para a CP, anunciado em Novembro do ano passado e que deveria ter sido lançado até Abril deste ano.

Ontem, na Lourinhã, confrontado com a notícia do “Público” sobre a rotura iminente dos serviços da CP, o secretário de Estado das Infraestruturas voltou a dizer que o concurso será lançado “em breve”.

“Vamos fazer a contratação de mais 50 trabalhadores para conseguir fazer a manutenção a tempo [de comboios] e estamos a preparar o lançamento do concurso internacional de aquisição de material circulante, que tem de se coadunar com o investimento que temos de fazer nas linhas ferroviárias”, disse Guilherme d’Oliveira Martins à “Lusa”.

“Há uma necessidade urgente deste material circulante”, admitiu, adiantando que o concurso será lançado “em breve”.

O governante insistiu em que o Governo quer inverter “o ciclo de desinvestimento das últimas décadas” na ferrovia.

Na edição de ontem, o “Público” noticiou que a CP se prepara para reformular os seus horários, com uma redução da oferta de comboios em praticamente todas as linhas por falta de material circulante e de funcionários para a manutenção das composições mais antigas, que estão sucessivamente avariadas.

De acordo com o diário, a situação é mais gravosa nas linhas do Algarve, Alentejo e do Oeste, onde as supressões de comboios são diárias. Mas as supressões começam também a acontecer, durante a madrugada, na Linha de Sintra.

O concurso para a compra de material circulante para a CP foi anunciado em Novembro do ano passado e confirmado em Janeiro deste ano. Inicialmente seriam 35 composições, entretanto reduzidas para 28, segundo informações vindas a público.

O concurso deveria ter sido lançado até Abril, mas entretanto estamos em meados de Julho e o procedimento anuncia-se “para breve”.

Ainda que o concurso avançasse agora, as novas composições só entrariam ao serviço em 2022. Pelo que no entretanto a solução deverá passar por alugar mais material à Renfe.

» Concurso para reforço da frota da CP avança até Abril

» CP reduz compras a 28 comboios

Tags:

Os comentários estão encerrados.