O Governo já autorizou a Metro do Porto a avançar com a adjudicação do contrato da subconcessão da operação e manutenção da rede até 2015 à Barraqueiro SGPS, foi hoje anunciado.

Metro do Porto

Segundo fonte da Metro do Porto, a autorização governativa foi dada na passada sexta-feira, através de “despacho conjunto subscrito pelo secretário de Estado Adjunto e das Finanças e pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente”.

A mesma fonte acrescentou à “Lusa” que o contrato deverá ser assinado dentro de “duas a três semanas”. Após isso, o contrato será submetido ao Tribunal de Contas para obtenção de visto prévio.

A Metro do Porto anunciou a 18 de Outubro que a Barraqueiro, SGPS venceu o concurso para a subconcessão da Metro do Porto por sete anos, apresentando a “melhor proposta” para garantir a operação e manutenção do sistema, no valor de 204 milhões de euros. O consórcio Mota-Engil-MGC (Grupo Valpi), que ficou em segundo lugar, contestou a decisão, aparentemente sem sucesso.

O início da subconcessão está agendado para 1 de Abril do próximo ano, para durar até 1 de Março de 2025.

A Barraqueiro já lidera o consórcio ViaPorto, que é responsável pela operação da rede do Metro desde 2010.

A rede do Metro do Porto é composta por seis linhas e 82 estações, servindo sete concelhos da AMP e transportando perto de 60 milhões de clientes por ano.

Comments are closed.