O Governo e a ANA assinam na próxima terça-feira, dia 8, o acordo que permitirá avançar com o aeroporto do Montijo e a ampliação do aeroporto de Lisboa, noticia hoje o “Negócios”.

O acordo contempla os termos da revisão do contrato de concessão dos aeroportos nacionais à ANA para incluir o Montijo e acomodar os investimentos a realizar pela concessionária na transformação da base aérea e na ampliação da capacidade do aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

A partir daí faltará apenas a declaração de impacto ambiental (e retirar os meios militares) para que as obras possam iniciar-se no Montijo, a tempo de o aeroporto estar operacional em 2022.

Juntos, os aeroportos da Portela+Montijo terão capacidade para movimentar 50 milhões de passageiros/ano e realizar 72 movimentos/hora.

Este artigo tem1 comentário

  1. luís pereira

    É 1 maravilha, já se formalizam acordos ainda que estudo impacto ambiental tenha sido chumbado no “reino da geringonça” tudo se compra tudo se paga !?