O Governo pediu à Administração do Porto de Sines uma reavaliação do estudo económico-financeiro relativo ao novo terminal de contentores Vasco da Gama.

“Foi terminada a avaliação económico-financeira, mas existem matérias que considero que não estavam suficientemente esclarecidas, nomeadamente na relação entre o prazo e o investimento, e por isso solicitei à administração do Porto de Sines que fosse aprofundar essa matéria”, disse a ministra do Mar, ontem, numa audição regimental na comissão parlamentar de Agricultura e Mar.

De acordo com Ana Paula Vitorino, em causa estão “investimentos demasiado elevados para que não se tenham todas as salvaguardas e garantias”.

Ainda assim, a governante apontou que esta reavaliação “não vai afectar o calendário predefinido” para avançar com a infra-estrutura.

No final de Março, Ana Paula Vitorino estimou ter até final de Maio uma decisão favorável da Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) sobre o novo terminal de contentores Vasco da Gama, pretendendo lançar “imediatamente” o concurso. “Neste momento, relativamente ao terminal Vasco da Gama, a nossa expectativa é que adeclaração de impacto ambiental seja emitida a 27 de Maio”, declarou então, numa audição na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas.

Naquela ocasião, a governante notou já estar “em curso a elaboração de todas as componentes do concurso” para que, “assim que seja emitida a declaração – e se for favorável como se espera – seja imediatamente lançado o concurso”.

O Terminal Vasco da Gama vai permitir, na primeira fase, a duplicação da capacidade de movimentação de contentores no Porto de Sines.

Terminal do Barreiro

Na audição de ontem, Ana Paula Vitorino falou também do projectado terminal do Barreiro.

“O estudo relativo ao terminal do Barreiro está em fase de finalização e será submetido à APA [Agência Portuguesa do Ambiente] até ao final deste semestre”, disse a governante.

Em causa está o novo projeto do que era para ser o terminal de contentores do Barreiro, que teve de ser revisto e será agora submetido à APA com uma nova localização e com uma utilização multiusos.

Por outro lado, a governante estimou para “o próximo de mês de Junho” o lançamento do concurso público para a construção dos acessos rodoviários ao porto de mar de Viana do Castelo, data na qual estará concluída a tomada de posse administrativa dos terrenos necessários à nova via rodoviária.

Outra das empreitadas previstas incide sobre a requalificação dos acessos ao Porto da Figueira da Foz, realçou, assinalando que a obra “terá um montante inferior ao previsto” e será suportada em parte por fundos comunitários, estando já a ser preparada tal candidatura.

Ana Paula Vitorino informou ainda que a obra de modernização do Porto de Portimão está em fase de concurso.

This article has 1 comment

  1. luís pereira

    Ao fim 3 anos a MINISTRA DO MAR NÃO PÁRA DE METER ÁGUA, ALGUÉM A PODE DEMITIR ?, Porto de Sines perdeu 20 % movimento 1o quadrimestre e esta SENHORAS gasta milhões em estudos que depois vão para o lixo, isto é novo terminal de Lisboa Montijo isto é novo terminal de Sines Vasco da Gama, que vergonha !!