O Fundo de Desenvolvimento de Activos da República Helénica (FDARH) anunciou Dezembro próximo como prazo limite para a apresentação de propostas vinculativas para a aquisição do operador ferroviário estatal TrainOSE e da empresa de manutenção do material circulante Rosco.

Grécia - TrainOSE

O anúncio segue-se ao acordo entre o governo da Grécia e as autoridades internacionais para um terceiro resgate à economia do país.

O processo de privatização da TrainOSE e da Rosco arrasta-se desde meados de 2013 Na altura, de acordo com a imprensa local, a FDARH recebeu manifestações de interesse da francesa SNCF, da Russian Railways e dos romenos do grupo Grampet para a aquisição de 100% da TrainOSE.

Em relação à Rosco, o único interessado foi um consórcio formado pela Alstom, Siemens e a russa RZD.

Desde que o actual governo grego tomou posse, em Janeiro, que a venda dos activos estatais está em análise. Porém, na sequência das negociações com a “troika”, a privatização dos principais portos, dos aeroportos regionais e, como se vê, dos operadores ferroviários ganhou um novo impulso.

Os caminhos-de-ferro russos já terão reiterado o seu interesse na aquisição.

» Portos do Pireu e de Tessalónica privatizados até Outubro

Os comentários estão encerrados.