A pedido de vários interessados, o  Fundo de Desenvolvimento de Activos da República Helénica (FDARH) anunciou o prolongamento do prazo para a apresentação de propostas à privatização da operadora ferroviária e da empresa manutenção de material ferroviário do país.

Grécia - TrainOSE

Os processos de privatização de 100% da TrainOSE, a única operadora de transporte ferroviário de passageiros e de mercadorias do país, e de 100% da EESSTY, ou Rosco, que assegura a manutenção do material circulante, foram relançados em Fevereiro, depois de ter sido suspenso em Janeiro de 2015.

O novo prazo para a apresentação de propostas vinculativas é agora 31 de Maio.

A privatização dos caminhos de ferro gregos é uma das contrapartidas do governo de Atenas ao programa de ajuda celebrado com a troika. Com o mesmo propósito, a Grécia já privatizou 14 aeroportos regionais (adquiridos pela alemã Fraport) e o porto do Pireu (ganho pela chinesa Cosco).

 

Comments are closed.