O processo de privatização do operador de caminhos-de-ferro da Grécia, a TrainOSE, está de novo em marcha.
Grécia - TrainOSE

O Fundo de Desenvolvimento de Activos da República Helénica (FDARH) anunciou o lançamento do concurso internacional para a venda de 100% do capital da empresa pública. Os interessados podem apresentar propostas não vinculativas desde ontem até 21 de Março. Os candidatos entretanto seleccionados terão, depois, até 26 de Abril para apresentarem propostas vinculativas válidas por seis meses.

O acordo de venda de 100% do capital da empresa terá de incluir, entre outras cláusulas, as obrigações de serviço público (por 50 milhões de euros anuais) e o estabelecimento de um contrato de longo prazo com a Rosco para a manutenção da frota.

Criada em 2005 como filial da OSE, a TrainOSE é o único operador de serviços de passageiros e de mercadorias nos 2 500 quilómetros da rede ferroviária da Grécia.

 

O processo de privatização da TrainOSE arrasta-se desde meados de 2013, mas foi suspenso em Janeiro de 2015, pelo novo governo grego. Entretanto, na sequência das negociações com a “troika”, o programa de privatizações tem vindo a ser retomado. Os 14 aeroportos regionais já foram vendidos à germânica Fraport e o porto do Pireu está em vias de ser alienado à chinesa Cosco. Mas outros activos se lhes seguirão.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.