O Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Administrações Portuárias (SNTAP) convocou para Abril uma greve nos portos do Continente. A culpa é de Sines, diz.

A paralisação dos trabalhadores dos portos anuncia-se para os dias  11, 12, 13 e 14 de Abril para pressionar a Administração do Porto de Sines a cumprir a legislação laboral e o Acordo Colectivo do sector, de acordo com o SNTAP.

“Os portos vão fazer greve, a qual é da inteira responsabilidade da Administração da APS”, afirmou o sindicato num comunicado.

Segundo o documento, e o próprio pré-aviso de greve, a Administração do Porto de Sines não aplica a legislação laboral e o Acordo Colectivo de Trabalho (ACT) aos trabalhadores abrangidos pela escala de serviço, que constituem as frentes de trabalho, “refugiando-se na existência do Protocolo em vigor desde 1994”.

O sindicato salientou que existem protocolos em todos os portos, para resolver situações específicas, mas que não põem em causa a lei geral ou o ACT. “Mas no caso do Porto de Sines os trabalhadores são tratados de forma diferente, neste caso para pior”

Em causa estarão, por exemplo, o direito ao gozo de dias por parentalidade para os trabalhadores em regime de turnos, as folgas aos feriados, ou as tolerâncias de ponto, afirma o SNTAP.

This article has 1 comment

  1. luís pereira

    É desta vez que fecham portos de Lisboa e Setúbal !?