A partir do próximo dia 10, a Grimaldi operará sozinha o serviço Mediterranean Express (MEX), entre o Mediterrâneo e a costa ocidental de África, anunciou o grupo italiano.

Termina assim, ao cabo de seis meses, a operação conjunta com a francesa Navitrans. Não foram adiantadas razões para o termo do acordo de partilha de capacidade iniciado em Outubro do ano passado.

O MEX continuará a ser assegurado pelo “Repubblica di Roma”, a que se juntará no imediato o “Eurocargo Istambul”, com capacidade para 2 300 metros lineares de carga rodada e contentores e 500 veículos. Em Setembro, este navio dará lugar a um outro de características idênticas ao “Rep. di Roma”, que oferece maior capacidade de carga.

O MEX liga o “hub” da Grimaldi em Salerno com Génova, Marselha, Valência, Casablanca, Dakar, Lomé, Lagos, Cotonou e Tema. Em Salerno é possível a correspondência com as ligações para o Mediterrâneo Oriental. Ao passo que em Dakar pode ser feito o transbordo de cargas para outros destinos na África Ocidental, nomeadamente Luanda.

No ano passado, o Grupo Grimaldi realizou um volume de negócios de 2,2 mil milhões de euros, tendo transportado 1,4 milhões de trailers e contentores, 2,8 milhões de veículos e mais de 2,7 milhões de passageiros.

Comments are closed.